Voos do Brasil “proibidos” de aterrar na Áustria.

Hoje, o governo austríaco determinou que voos provenientes do Brasil não pousem na Áustria. A medida é teórica, já que não há voos diretos do Brasil para Áustria e faz muito tempo. O fato é que a situação da Covid19 no país alpino é totalmente fora de controle. Se o ideal seria ter o número de Covid19 abaixo dos mil casos por dia, isso simplesmente näo aconteceu.

Mesmo com as medidas de contenção, com o confinamento, comércio e atividades esportivas, culturais, bem como turismo fechados, muitos ainda teimam em viver suas vidas, como “normal”. Poucos aderiram ao Home Office. Escolas e Creches seguem com um número muito alto de crianças. De acordo com o site de notícias ORF de Viena, 70% de creches e escolas primárias seguem com as crianças. Em um momento que a mutação do Covid19, o B117 já está circulando e há uma preocupação muito grande que a vacina atual não seja o suficiente. A Comissão Europeía sugeriu aos países membros fizessem o sequeciamento do genoma do vírus.

Isso abriu um debate enorme sobre os testes, especialmente dos testes Antiagen, o testes do cotonete. Esses testes só indicam, se a pessoa está infectada, mas não se sabe de qual vírus. Sem contar com o atraso na entrega das vacinas, especialmente as da Astrazaneca. Isso pode atrasar o calendário de vacinação, não só na Áustria, como em outros países membros da União Européia.

Taxa de Incidência

A União Européia determinou parâmetros para que viajantes fora da zona schengen possam entrar nos países membros e até mesmo para viajantes internos.

Critérios:

  • a incidência de casos dos últimos 14 dias de Covid19 entre 100 mil habitantes;
  • a média de testes positivos de Covid19, da última semana;
  • a cota de testes, ou seja o número de testes de Covid19 por 100 mil habitantes da última semana.

Baseado nesses critérios, adotou-se cores para definir as regiões de risco ou não:

  • verde: a incidência abaixo de 25 e testes positivos abaixo de 4%;
  • laranja: a incidência abaixo de 50 e testes positivos acima de 4%;
  • vermelho: incidência entre 50 e testes positivos acima dos 4% ou se a incidência está em 150.
  • cinza: quando não há infomação sobre número de testes ou se a cota de teste está em 300 ou menos.

A Áustria está com sua taxa de incidência de sete dias atual é de 119 e com 400 mil casos confirmados, de acordo com a Agência de Segurança Alimentária daqui. Na Alemanha, a taxa de incidência de sete dias atual é de 113 e com mais de dois milhões de testes realizados, dados do Instituto Robert Koch.

Isso significa que a situação é bastante ruim na Áustria, levando que aqui há 8 milhões e meio de habitantes e na Alemanha é de quase 90 milhões.

Região cinza: Brasil

Se a situação aqui na Áustria é fora de controle, no Brasil é inexistente o Covid19. Tanto governo como oposição não tomaram nenhuma medida, seja de prevenção ou de se buscar vacinas contra a Covid19. Baseado pelos critérios da União Européia, o Brasil se encontra na região cinza, já que não se fazem testes o suficiente.

Na Alemanha, até a hora que o DricaRibas escreve este texto, de acordo com o Ministério das Relações Exteriores desse país, os brasileiros que entram no país devem apresentar um teste PCR negativo, de no máximo 72 horas, o mesmo se aplica aos brasileiros que entram na Áustria.

Para concluir este post, só viajem se for muito necessário, mesmo dentro do país. O vírus simplesmente infecca sozinho. Pode ser que você seja assintomático e não tenha os sintomas, mas pense na sua família e amigos.

Fontes:

Alertas de viagem União Européia: https://ec.europa.eu/info/live-work-travel-eu/coronavirus-response/travel-during-coronavirus-pandemic_de

Ministério das Relações Exteriores da Alemanha: https://www.auswaertiges-amt.de/de/aussenpolitik/laender/brasilien-node/brasiliensicherheit/201092

Ministério das Relações Exteriores da Áustria: https://www.bmeia.gv.at/reise-aufenthalt/reiseinformation/land/brasilien/

Ages – Agência de Segurança Alimentária da Áustria: https://www.ages.at/startseite/#

Instituto Robert Koch: https://www.rki.de/DE/Home/homepage_node.html