Viena: Pane nos testes PCR para a Covid19

Ontem, 10 de janeiro, não havia como fazer testes PCR, em Viena. Com o retorno ás aulas, após o recesso de ano novo e obrigatoriedade de se fazer o teste, o sistema “Alles Gurgelt” sobrecarregou e ficou fora do ar.

Até para a DricaRibas foi um problema. Eu não consegui fazer o teste fazer PCR para a minha filha. Só depois que ele saiu da escola, com muito esforço, eu consegui fazer o bendito teste. Como eu pedi para o meu marido marcar para ela, por telefone, eu não tinha o comprovante. Uma queda de braço com a autoridade.

Claro, os vienenses adoram uma burocracia e foi uma verdadeira queda de braço com a autoridade, até que minha filha conseguisse fazer o teste. Um verdadeiro exercício de paciência.

O segundo episódio da série “Clipping Austria”

O desafio da Ômicron

Desde que a Ômicron chegou na Europa, há uma correria dos governos para tentar o seu avanço, a todo preço com medidas, quase que diariamente. Começando com a exigência dos testes, especialmente os PCR.

A partir de hoje, 11 de janeiro , em toda a Áustria haverá controles nas entradas de lojas e centro comerciais, dentro da regra 2G – Genesen (recuperado de uma infecção de Covid19) ou Geimpft (vacinado).

Além da regra 2G, também haverá a obrigatoriedade do uso de máscaras FFP2, na rua. A regra diz que onde não há dois metros de distância, o uso da máscara é obrigatório. A pergunta é como isso será controlado.

Alguns especialistas falam de um possível fim da Pandemia, após a onda de infecções com a Ômicron. Outros afirmam que depende da vacinação contra a Covid19, que ainda gera muito debate, não só na Áustria, mas em toda Europa.

Aliás, a onda de infecções da Ômicron será um verdadeiro teste de paciência para toda a população que está cansada de tanta restrição.