Skip to content

Trumpistas atacam Capitólio.

As cenas dos apoiadores de Donald Trump atacando o Capitólio, fizeram os europeus de cabelo em pé.

Pelo menos, quatro mortos e mais de ciquenta pessoas foram detidas. Via-se pelas fotos e vídeos, que muitos estavam fortemente armados. Desde do fim das eleições, Trump incita seus apoiadores a não reconhecer a derrota.

Democracia significa alternância de poder e reconhecer a derrota e passar o bastão para o ganhador.

Vamos voltar no tempo? Quando Trump ganhou, em 2016. Os republicanos deram espaço a Trump, pegando carona no sentimento anti-establishment, ao super “politicamente correto” da ala ideológica dos democratas. Optou-se por polarizar a sociedade.

O Governo Trump optou pela não-política. Rasgou acordos internacionais. Brigou com a imprensa, pois sabia que a cada briga, encontraria na ala ideológica dos democratas, o parceiro ideal.

Trump também tocou em feridas da sociedade norte-americana, como o racismo e dividiu ainda, mais. Criou-se um monstro e acabar com ele, não será fácil.

Ontem mesmo, a ala moderada dos Republicanos se indignou e sinalizou o Impeachment de Trump. Nada mais correto. Trump também deve ser responsabilizado pela incitação a violência contra o Capitólio.

Fica o alerta para o Brasil. Fica o alerta para o Bolsonaro, adorador do Trump. Fica o alerta para setores da esquerda petista que adora polarizar. Política não é feita com extremismo.

Para concluir: o vírus derrotou o Trump. Esse também derrotará o Bolsonaro.

Obrigada por ler o Blog do DricaRibas.

%d blogueiros gostam disto: