Skip to content

O semi-lockdown segue na Áustria.

Ontem, o governo austríaco deu volta atrás para possíveis “Lockerungen” na gastronomia, turismo, atividades esportivas e culturais, bem como turismo.

Na semana passada, havia uma pressão por parte de empresários, sindicatos do setor da gastronomia, cultura e esportes para terem o mesmo tratamento do setor de serviços, como cabeleireiros ou manicure. Para esses, os clientes devem apresentar um teste de Covid19 negativo, com menos de 48 horas.

Infelizmente, o número de casos de Covid19 segue muito alto. Verdade que se testa muito, mas a mutação britânica, descoberta em dezembro no Reino Unido, fez o vírus se tornar muito mais infeccioso e levando a um possível colapso no sistema de saúde.

Conforme foi anunciado ontem, a partir do 15 de março, a gastronomia poderá reabrir as portas, em Voralberg, para aqueles que possuírem um jardim. A partir do 27 de março, nos outros estados austríacos. As atividades esportivas, também a partir do 15 de março, em clubes ou associações. Turismo e atividades culturais, somente em abril.

Isso abre um mal-estar muito grande, seja nos empresários dos setores atingidos e parte da sociedade, cansada das regras do Coronavirus.

Campanha de Vacinação lenta

Enquanto isso, a campanha de vacinação segue a conta-gotas. Agora começou a fase dois, com as pessoas cima dos 80 que vivem em suas casas. Em Viena, os profissionais da Saúde já foram vacinados. Há um debate sobre a vacina da Astrazeneca, se ela deve ou não ser utilizada pelas pessoas acima dos 65 anos.

Uma coisa é certa. Sem vacina não há saída para a crise do Coronavirus, como é chamada aqui, na Europa. Que venha rápido. A paciência dos europeus está se esgotando.

Obrigada por ler o Blog do DricaRibas.

%d blogueiros gostam disto: