Pandora Papers na Europa

Publicado por

A lista de celebridades e políticos que fazem parte do “Pandora Papers” foi notícia na Europa. O trabalho investigativo dos jornalistas do “International Consortium of Investigative Journalists” causou estragos importantes na imagem de personalidades. Uma parte simplesmente ignorou e outra correu para informar que tudo “estava de acordo com as regras”.

Essa lista mostra pessoas ricas que colocam suas fortunas, em contas estilo “offshore”, em ilhas do Caribe. O objetivo principal é fugir dos impostos, muitos de seus países. Em alguns casos, dependendo do país, esse tipo de conta é permitido, desde de que declarada no fisco.

O primeiro terremoto foi causado na Grã-Bretanha por conta de doações para os Tories, partido do Primeiro-Ministro Boris Johnson. De acordo com a investigações do “Pandora Papers” contas “offshore” de maguinatas russos financiarão o partido. O Primeiro-Ministro tratou de desmentir a acusação e afirmar que as doações foram feitas de acordo com as leis. Para ler mais detalhes clique aqui. Vale lembrar que os britânicos também enfrenta sérios problemas de desabastecimento por conta do Brexit.

O segundo terremoto é na República Tcheca. O país terá eleições na semana que vem e seu Primeiro-Ministro Andrej Babis é acusado ter comprar um castelo na França, com dinheiro de origem não conhecida, através de contas “Offshore”. Babis afirma, como Boris Johnson, que tudo foi feito de acordo com a lei e que essas acusações é para descreditá-lo junto ao eleitorado tcheco. A polícias tcheca vai investigar as denúncias. E quanto isso influenciará as eleições aí, ainda não é claro.

Origem do dinheiro

Além do problema de financiamentos de partido políticos e campanhas eleitorais que precisam de leis claras e transparência, outro grande desafio é conter o dinheiro sujo, especialmente para evitar ataques terroristas. Existe por parte de vários governos, uma imensa dificuldade de “cooperar” e mostrar a origem do dinheiro.

No caso, a Operação Lava-Jato, no Brasil é um bom exemplo. A Lava-Jato abriu um debate na sociedade brasileira quanto ao uso do dinheiro público e desbancou Lula, político poderoso. Mas, ao mesmo tempo fez parte da elite polítca se blindar e criar mecanismos, incluindo manipulação, seja pela imprensa comercial ou rede sociais de que a “Lava-Jato” ou qualquer outro tipo de operação contra combate à corrupção.