Lockdown total no lado leste da Áustria do 1 a 11 de abril

Depois de uma queda de braço entre o governo federal e regional, chegou-se a um “acordo” sobre as medidas de restrição aqui no lado leste da Áustria, que compreende a cidade de Viena, o estado da Baixa-Áustria e do Burgerland. Como o DricaRibas vem escrevendo, o número de casos de Covid19 e suas mutações vem aumentando muito na Europa obrigando a governos a tomar medidas drásticas, como o lockdown.

Nas últimas semanas, a situação em Viena se complicou. A capital austríaca se transformou no epicentro da Covid19. Se as versões da mutações são muito infecciosas e mortais, os políticos na Europa demoraram para reagir. Muitas vezes com medo de perder votos, mas em uma situação de emergência sanitária, não há solução.

Vamos para as medidas de contenção do vírus nos estados da Baixa-Áustria, Burgerland e Viena:

– Lojas e Serviços fechados do primeiro até seis de abril.

– Limitação de movimentos: só se pode deixar o domicílio com um motivo específico, como trabalho, compras de supermercado, tomar um ar fresco;

– Escolas: ensino a distância. Na voltas as aulas, a apresentação de testes PCR;

– A obrigatoriedade do uso de máscaras FPP2 em todos os lugares fechados e ao ar livre, caso haja aglomeração de pessoas;

– testes obrigatórios, uma vez por semana para todos que trabalham fora, caso contrário, pode-se trabalhar em casa, no Home Office;

– A partir de 7 de abril, será obrigatório testes de Covid19 negativo para entrar nas lojas.

Cadê as vacinas?

No atual contexto da Pandemia, somente vacina resolve. Há uma briga muito grande entre os países membros da União Européia sobre a divisão das vacinas.

Hoje saiu na imprensa europeia, a notícia de que na Itália foram descobertas 29 milhões de doses de vacina AstraZeneca que supostamente seriam mandadas para Grã-Bretanha. Desde do começo da campanha de vacinação na Europa, há uma queda de braço entre União Européia e AstraZeneca. Há suspeitas de que parte da produção que seria para os países membros foram destinadas para a Grã-Bretanha.

Quem pensava que teríamos uma primavera mais tranquila, parece que não. Ainda estamos bem longe de nossas vidas antigas.

Fonte: Site do oficial da cidade de Viena https://coronavirus.wien.gv.at/neue-corona-regeln/