Energia cara no outono europeu

Publicado por

Com a chegada do outono e com as temperaturas caindo, vem a necessidade de aquecer os nossos lares. E esse ano vai sair caro, bem como encher o tanque do carro e a conta de luz. Existem alguns motivos que fazem o preço da energia aumentar e apertar o orçamento do europeu. Na Alemanha, por exemplo é um aumento de 12,6% em relação ao ano passado.

No caso da gasolina, uma das razões é o aumento da procura pelo petroléo, especialmente após Pandemia. A OPEC – Organização dos Países Exportadores não aumentou a produção do número de barris de petróleo. A produção continuará pequena e o petroléo caro.

No caso do gás, a Rússia é uma maiores produtores de gás para a Europa e se utiliza disso para fazer pressão no continente. Especialmente em um momento que as relações entre russos e europeus andam bem difíceis, com a prisão do opositor russor Alexei Navalny .

Alternativas para a Produção de Energia

A cada começo de outono/inverno vem sempre o questionamento. Como utilizar menos energia no frio? Com as temperaturas mais baixas, as pessoas começam a se movimentar de carro, especialmente aquelas que vivem fora dos grandes centros urbanos na Europa Central. Com menos luz natural, começa-se a ligar a luz artificial, ligando o interruptor mesmo, seja pela manhã ou fim de tarde. Com isso, pesa no orçamento doméstico.

Faz anos que a Europa procura formas de produção de energia alternativa. Uma delas é a instalação de moinhos de ventos, a chamada energia eólica. Aqui em na area de Viena e estado da Baixa-Áustria têm vários desses já instalados. Há um cálculo que pelo 50% das casas recebem essa energia, aqui na Áustria.

No caso da gasolina e do diesel, a alternativa apresentada é o carro elétrico. Mas, esse ainda é muito caro. Para aqueles que desejam comprar um carro elétrico, o preço mínimo é de 20 mil euros. Ainda há o problema das tomadas, nem sempre disponíveis nas cidades ou prédios. Para aqueles que vivem em casa, há a alternativa de colocar uma tomada na sua garagem. Um investimento caro, mas rentável a longo ou médio prazo.

Aquecimento caro – cuidado com as janelas

Outro grande desafio para as famílias européias será o custo do aquecimento. Há uma previsão de pelo menos 100 euros a mais do que no ano passado.

Aqui em Viena, por exemplo, os apartamentos possuem como alternativa de aquecimento, o Fernwärme ou o gás. O Fernwärme utiliza a energia do lixo queimado para o aquecimento.

Outras formas de aquecimento é o “Heizöl”, uma espécie de diesel ou a queima de madeira. A primeira alternativa, além de ser cara, por conta do preço do petróleo, não é considerada apropriada por conta da emissão de CO2, inimigo do Meio-Ambiente e responsável pelas mudanças climáticas. A segunda alternativa depende da maneira de obtenção da madeira. Madeiras produzidas de forma ecologicamente correta.

Por fim, o aumento do preço da energia afetará os nossos bolsos. Se você possue carro e precisa dele, especialmente para trabalhar vai sentir. Se você vive em um centro urbano, com transporte público, vale considerar essa alternativa de locomoção.

No seu domicílio, se você vive na Europa Central, não deixe de averiguar as suas janelas. A vedação das mesmas é muito importante para evitar pagar aquecimento, mais do que necessário, especialmente nos apartamentos antigos, cujas as janelas, em muitos casos, devem ser trocadas. Veja se é se caso. Assistam ao vídeo!

Um comentário