Enchentes na Alemanha

Desde do fim de semana, tempestades vem trazendo inundações no lado oeste da Alemanha, em Rheinland-Pfalz e Nordrhein-Westfalen. Nesse momento, que escrevo são mais 100 mortos e mais 1.300 pessoas desaparecidas.

Na cidade de Erfstadt-Blessem, perto de Colônia várias casas foram engulidas pela água. Neste momento, equipes de resgate da cidade de Colônia regastam pessoas que ainda se encontram trancadas em suas casas.

Essa inundação é considerada a pior, desde da segunda Guerra e também, a maior, em volume de água, comparando com as inundações de 2002. Aí 21 pessoas faleceram.

O estado de Rheinland-Pfalz disponibilizou 50 milhões de euros para reparar estradas e pontes imediatamente. Mais ainda, não há cálculos de perda de imóveis e carros e se os seguros* poderão arcar com os prejuízos.

Inundações também afetam Bélgica e Holanda

Na Bélgica, 15 pessoas morreram, de acordo com o jornal belga, Le Soir. O Primeiro-Ministro belga, Elio Di Rupo acredita que o número de mortos pode aumentar. O governo aí apela para que seus cidadões não viajem. O trem bala Thalys entre a Bélgica e Alemanha não circula. Nessa região entre a Alemanha e Bélgica, pelo menos 21 mil pessoas estão sem eletricidade.

Na Holanda, no estado de Limburg, as autoridades pediram para que as pessoas deixassem seus lares. Pelo menos mil pessoas tiveram de ser evacuadas. Os canais da região, bem como rio Maas podem inundar a qualquer momento.

Mudanças Climáticas como consequência

A ONU – Organização das Nações Unidas afirma que essa catástrofe que atingiu o oeste da Alemanha, Bélgica e Holanda são consequências das mudanças climáticas. A ONU exige ações urgentes para frear essas catástrofes climáticas.

Ainda essa semana, em Bruxelas, a Comissão Européia apresentou um pacote de medidas chamado “Fit for 55”. O objetivo é diminuir em até 55% a emissão de gás para 2030. Carros produzidos na União Européia não poderão emitir gases, caso contrário terá que pagar para emissão de gases, a partir de 2035.

Áustria: lado norte dos alpes em estado de atenção

No fim de semana, aqui na Áustria, a previsão do tempo é de chuva forte para a região norte dos alpes, que compreende os estados da Alta-Áustria e Salzburg.

De acordo com a metereologia, há uma massa de ar de quente que se move muito lentamente e que está promovendo essas tempestades, com quantidades de chuva acima do normal.

De todas as maneiras, a situação no oeste da Alemanha ainda é muito precária. As autoridades correm para alertar as pessoas para saírem de suas casas e levá-las para abrigos.

Mais informações sobre inundações na Alemanha é so clicar aqui.

*Seguros para casas: É muito comum, tanto na Áustria, como na Alemanha, as pessoas possuírem seguros para casas, como por exemplo, contra incêndio.

Nos últimos tempos, por conta das mudanças climáticas, os verões tem apresentado tempestades e inundações. Isso fez com que a procura para seguros contra inchentes aumentassem.

Com essa inundação no oeste da Alemanha e por sua magnitude, seja com prejuízos de imóveis, fábricas, indústrias, carros entre outros, a pergunta é se as seguradoras poderão arcar com os valores desse prejuízos. Se você quer saber mais sobre o tema, clique aqui.