Diario DricaRibas: A Posse de Joe Biden.

Aqui na Europa há uma expectativa muito grande com a posse de Joe Biden. Trump atazanou a política internacional por quatro anos. Inflou movimentos ultra-nacionalistas e deixou crias mundo afora, como o Bolsonaro.

Todo o processo eleitoral foi digno de um novelão. Mas, os norte-americanos deram o seu claro não para Trump, tanto nos votos, com 81.283.485, tanto no colegiado, 306 delegados.

Mesmo assim, Biden terá um enorme desafio de apaziguar um país profundamente dividido. Trump não aceitou sua derrota e icentivou os seus simpatizantes a atacarem o Capitólio. A ação resultou no seu banimento das redes sociais como Twitter ou Facebook. Mas, isso não é nem de longe a solução.

Há um grupo importante de pessoas que não se sentem representadas. Isso se dá pelo vácuo criado na política, onde utilizou-se de discursos vazios e falta de ações. Na política, palavras bonitas podem ganhar eleições, mas não sustentam governo.

Em tempos de Pandemia, mostrou-se que governos devem tomar medidas basedas na ciência. Somente ideologias, não são suficientes. Medidas impopulares podem custar votos, como o lockdown, mas são necessárias, especialmente com mutação de vírus circulando.

Para certos governos na América Latina, a posse de Joe Biden, não pode ser considerada exatamente boa. Para quem colocarão suas culpas?

Mesmo que estejamos passado por essa Pandemia horrorosa, a ascenção de Joe Biden é um sopro de esperança. E como precisamos de esperança.