Covid19: A Crise em Manaus.

A falta de oxigênio nos hospitais em Manaus e a morte de milhares de pessoas por afixia mostra o lado mais cruel da politicagem barata brasileira.

Desde que começou a Pandemia, o governo de Jair Bolsonaro ignorou o problema, com seu negacionismo, aquele que varreu seu ídolo Donald Trump da Casa Branca. Trump tem agora dois pedidos de Impeachment e a possibilidade real de perder seus direitos políticos, ou seja, ser banido da vida pública.

De acordo com o jornal Correio Braziliense, há 56*pedidos de Impeachmente contra Jair Bolsonaro. O nobre Presidente da Câmara, Rodrigo Maia se limita a dar declarações na imprensa, sobre sua “indignação” para o caos da política de combate ao Coronavirus no Brasil.

A oposição também está muda. Parte dela, controlada pelo PT, prefere esperar que milhares de pessoas morram, para lá na frente, nas eleições em 2022, usar as cifras, para que seu lider máximo possa finalmente, voltar ao Palácio do Planalto. Se pessoas morrem, como mosquito, não importa.

Enquanto isso, o vírus segue dando as cartas. Sofreu uma mutação na Inglaterra, quem sabe proviniente da África do Sul. Essa mutação, o B117 obriga vários países europeus a seguirem em lockdown. A campanha de vacinação começou, mas ainda há pouca vacina disponível. Espera-se que até o verão europeu, metade de junho desde ano, boa parte da população dos países membros da União Europeia estajam vacinados.

Na Brasil, a Coronavac, vacina produzida com o Instituto Butantan e o laboratório chinês Sinovac espera pela aprovação da Anvisa. Atinge 50% de eficácia, o mínimo sugerido pela Organização Mundial de Saúde. É o famoso ditado popular: se tem tu, vai tu mesmo.

Que seja administrada, o mais rápido possível. Não houve nenhuma política de prevenção, ou seja, as pessoas seguiram se encontrando, assim mesmo. Inclusive, celebridades que se “indignam” com o governo, mas que segue “vivendo a vida adoidado”, como mostram em seus perfis no Instagram.

O Reino Unido baniu a entrada de brasileiros, depois que se descobriu uma possível mutação do vírus, proveniente de Manaus, através de turistas chineses. Em Manaus, há algumas semanas atrás, o governo decretou o lockdown, mas depois de protestos da população, inclusive apoiada por membros do governo. Voltou atrás e agora estamos vendo o resultado. Ironia do destino é o governo venezuelano fornecer balões de oxigênio.

A politicagem está custando milhares de vidas para o Brasil. Já ultrapassamos a marca dos 200 mil mortos. E olha que a Pandemia está longe de seu fim.

Obs*: agora são 61 pedidos de Impeachment.