Brexit – O desquite “Amigável”

Ontem, em Bruxelas foi firmado o acordo de saída da Grãn-Bretanha. Empecilhos foram contornados, como a fronteira de Gilbraltar com a Espanha e a fronteira com a Irlanda do Norte.

Mas, ainda não é a saída definitiva, ou seja, o divórcio ainda vai demorar. O “desquite” assinado, ontem, ainda depende da aprovação no parlamente britânico. Nesse momento, a Primeira Ministra Theresa May não conta com essa maioria, para aprová-lo.

Pelo momento, Theresa May faz uma verdadeira maratona de entrevistas na imprensa britânica. A idéia é convencer os britânicos, de que esse é o melhor acordo, para a ilha. Ela conta com o apoio popular para forçar o parlamento aprovar o “desquite”.

Caso seja aprovado, essa primeira parte do Brexit, ele começa a valer, a partir de março de 2019. Como todo casamento de longa duração, que começa em desquite para chegar no divórcio. Muito pano para manga. O DricaRibas acompanhará.