Skip to content

AstraZeneca & União Européia & Grã-Bretanha.

A Agência Européia de Medicamentos – EMA aprovou o uso emergencial da vacina da AstraZeneca, nesta última sexta-feira feira, 29 de janeiro. Mesmo assim, a queda de braço entre autoridades européias e laboratório segue. Até o fim de março, a AtraZeneca deveria entregar para a União Européia mais de 80 milhões doses, mas devido a “problemas” de produção, só serão entregues 31 milhões de doses.

A Comissão Européia acusa a AstraZeneca de não cumprir o contrato e decidiu controlar a licença de exportação do laboratório britânico/sueco. A suspeita é que doses de vacina produzidas em solo europeu e destinadas para cidadãos dos países membros foram repassadas para a Grã-Bretanha através da fronteira com a Irlanda do Norte. Essa ainda faz parte da União Européia.

Em texto divulgado, ontem à noite, Bruxelas quer aumentar o controle entre a fronteira com a Irlanda do Norte e Grã-Bretanha. Aliás, durante as tensas negociações do Brexit, essa fronteira entre os dois países foi tema, justamente para evitar o desabastecimento na ilha.

Vacina da AstraZeneca: dos 18 a 64 anos.

A Comissão de Vacinação na Alemanha, do Instituto Robert Koch sugere o uso da vacina da AstraZeneca para pessoas até 64 anos. De acordo com essa Comissão, não se trata da qualidade da vacina, mas há poucos estudos disponíveis, justamente para o grupo de risco, o mais afetado com número record de mortes.

Na Áustria, na segunda-feira, primeiro de fevereiro ,o governo decidirá se seguirá ou não a recomendação do governo alemão. Assim, como na Alemanha, aqui um número muito alto de mortes justamente, no grupo de risco.

Caso o governo austríaco decida seguir a recomendação do governo alemão, o calendário de vacina mudará. Até agora, pessoas do grupo de risco ou profissionais de saúde foram vacinados.

O Ministro da Saúde da Alemanha, Jens Spanh sugere utilizar a vacina da AstraZeneca para os mais jovens, para assim continuar a vacinação em massa, o que aliás é a única forma de conter o vírus.

Obrigada por ler o Blog do DricaRibas.

%d blogueiros gostam disto: