Skip to content

A “Polarização” forçada entre PSDB e PT

Para aqueles que acompanham o noticiário político, uma notícia não pode passar desabercebida: denúncia de lavagem de dinheiro contra o senador José Serra, ex-governador do estado de São Paulo e cacique importante do PSDB.

De acordo com os procuradores da força tarefa da Lava-Jato de São Paulo, José Serra utilizou sua influência política para conseguir pagamentos indevidos, da Odebrecht, entre 2006 e 2007. Em 2006, Serra deixou a prefeitura de São Paulo para concorrer para o governo do estado.

Em 2006, a Odebrecht pagou algo como quatro milhões para gastos de campanha. Mais tarde, entre 2009 e 2010, já Governador, ele recebeu mais de vinte milhões de reais da Odebrecht, com o objetivo de “facilitar” as obras do trecho sul do Rodoanel, anel viário de rodovias da capital paulistana. O dados são do G1, do jornal “O Globo”.

Bem, vale lembrar que as planilhas da Odebrecht favoreceu a vários políticos, independendo de “direita” e “esquerda”. Quem não se lembra da polarização PT-PSDB que atingiu seu ápice na campanha eleitoral de 2014, com Aécio Neves e Dilma Rousseff ?

A Operação Lava Jato deu aos brasileiros o senso do uso do dinheiro público, aquele dinheiro que os brasileiros pagam em impostos. Se uma parte da população brasileira tem essa consciência, falta a nossa elite finalmente entender isso.

No mais, para concluir esse texto, vamos aguardar as investigações ou será que elas desaparecerão no tempo, como muitas? Não deveria.

Obrigada por ler o Blog do DricaRibas.

%d blogueiros gostam disto: