Falta vacina na Europa

A Novavax, nova esperança

Publicado por

A EMA, a Agência de Medicamentos da União Européia autorizou o uso de mais uma vacina, a Novavax. Essa pode ser uma vacina que pode convencer aos céticos, já que utiliza como base, pequenas partículas de proteína do vírus da Sars-Cov2, produzida em laboratório. Diferente das vacinas Rna que utiliza uma sequência de uma proteína específica – antígeno. Com isso, essas vacinas inteligentes podem “bombar” o sistema imunológico e criar barreira para o vírus.

Estudos apontam que a vacina da Novavax possue 90% de eficácia contra o vírus da Covid19. Mas, esse resultado, com a variante anterior, a Delta. Mesmo assim, a União Européia já comprou 200 milhões de doses, que deverão ser entregues já em janeiro de 2022.

Razões para a resistência contra a vacina

Existe várias pessoas que são muito resistentes a qualquer tipo de medicamento ou com o pensamento “nada de químico entra no meu corpo”. E é essa é uma razões que há muito resistência para as vacinas estilo Rna, como a vacina da Pfizer ou da Biontech/Pfizer. O mito de que o meu corpo será “geneticamente” modificado não é verdade.

A própria DricaRibas já conversou com vários austríacos que afirmaram que não iriam se vacinar, de jeito nenhum. Particularmente, acho bom que os governos europeus comprem milhares de vacina ou mais atuais.

Mas, a raiz do problema é outro. Há de fazer uma campanha de vacinação a nível União Européia e tentar convencer o maior número de pessoas possíveis a se vacinar.

Para isso, os políticos devem se juntar, independente de suas ideologias e unir forças para sair da Pandemia. Infelizmente, não estamos vendo isso.

Medicamento contra a Covid19

Ao mesmo tempo, EMA autorizou o uso do medicamento Paxlovid. Esse medicamento é indicado para pacientes de risco, não traz grande contra-indicações e deve ser administrado nos primeiros dias da infecção. Há uma redução de até 90% das sequelas da infecção.

Para aqueles que acreditam, que finalmente vão se liberar da vacina, isso não acontecerá. O uso desse medicamento, por paciente tem um cálculo de até 700 euros.

Mesmo que esteja autorizado o seu uso, ainda vai demorar até que ele chegue a ser administrado.

Vacina é a melhor opção

Mesmo que já tenha medicamento ou que haja outros que estão sendo estudados, a melhor alternativa é com certeza se vacinar. Todas as vacinas questão disponibilizadas são boas e eficientes.

No atual quadro da Pandemia, com essa variante, é a melhor alternativa é se vacina. A DricaRibas já tomou a terceira dose da vacina. Não se esqueça de vacinar!