Política Brasileira: O Show dos Horrores

Publicado por

Já faz semanas que Bolsonaro e seus seguidores fazem protestos, a cada domingo. Ali, uma parte desses seguidores, que não apreciam a democracia, pedem um golpe. A razão para esse “golpe” é para conter a volta da esquerda, em outras palavras a volta do PT.

O que Bolsonaro e parte de seus seguidores ignoram é que estamos no meio de uma pandemia de  um vírus altamente contagioso, o Covid 19. Vírus que já custou a vida de milhares de pessoas mundo a fora. De acordo com o site da Universidade John Hopkins, já são mais de seis milhões de infectados, com mais de 350 mil mortos e mais de 188 países, o qual o Brasil está incluído.

De acordo com esse site, o Brasil está em segundo lugar, em número de infectados, 514.849 e também em número de mortos, 29.314. Verdade que o danado do vírus não dá trégua. Precisávamos de uma política de combinasse salvar vidas e a economia. O Covid19 também não dá trégua aí. Aliás, até agora não se viu nenhuma política para reativar a economia. Milhares de brasileiros já perderam seu emprego e se perguntam como seguirá com sua existência.

O DricaRibas já escreveu sobre a ausência da oposição. Essa quer deixar o país sangrando até 2022 para finalmente, voltar ao poder. Uma parte dessa oposição, conhecido “Centrão” é formado por partidos fisiológicos comandando por políticos acostumados com a corrupção e enrolados com a Justiça. Qualquer política de combate à corrupção é ruim e será combatida. Que o diga o Juiz de Garantias e o fim da Prisão em Segunda Estância.

Outra parte, a esquerda, ainda comandada parcialmente pelo PT, segue com seu projeto de poder de transformar o Brasil em uma espécie de Cuba, em outras palavras, uma ditadura de esquerda. E aí é que mora toda a problemática da política brasileira: os bolsonaristas aproveitam disso e se rivalizam com os petistas. Isso explica as manifestações de ontem.

Parte dessa situação também é explicada pela Câmara dos Deputados que insiste não prosseguir com o Impeachment do Bolsonaro. Isso também favorece aqueles que irritados, sairem às ruas.

O que se vem notado, desde que começou a crise com o Covid19 é que os principais atores políticos não estão dispostos a negociar uma saída, na política, para colocar o país de pé. Atores políticos, indepedendo de serem “esquerda” ou “direita” simplesmente não querem. Eles estão acostumados a fazer politicagem.

Estamos em um momento muito delicado. A hora é todos os moderados, não importa a ideologia se unam para barrar os extremistas. Querer um país que funcione para todos, não importa a cor da pele, a classe social, a religião, o estado que venha. Hora de colocar os extremistas no seu lugar certo, ou seja, a insignificância da história.

Fonte: Site da Universidade John Hopkins: http://www.coranavirus.jhu.edu.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.