Tchauzinho 2019, bem-vindo 2020.

Publicado por

Para variar, eu estou sentada no trem de Feldkirch voltando para Viena. Faco isso há mais de vinte anos. Aproveito o tempo para escrever a análise DricaRibas sobre o que foi 2019 e de como será 2020.

2020 será um ano de desafios. A polarização promete se aprofundar. No Brasil, boa parte das elites políticas vão se aproveitar do fato. Elas sempre nadaram de acordo com seus interesses. Não viu problemas em abraçar o Lulopetismo e agora, descobriu-se conservadora com o Bolsonarismo.

O que vimos, em boa parte, tanto na imprensa brasileira, bem como nas redes sociais foram cortinas de fumaça. Verdade que Bolsonaro se elegeu graças ao sentimento anti-PT. Mas, ao longo de 2019, o Bolsonarismo tentou se impor como ideologia reinante e encontraram no Lulismo, o seu pilar de sustentação.

Onde os “ismos” se encontram? No abuso do uso do dinheiro público. Desde do começo do seu mandato, Jair Bolsonaro se viu as voltas, com o caso Queiroz. É verdade que a rachadinha é o “fenômeno” que engloba vários partidos políticos, sejam de “esquerda” ou “direita”. O que falta? Transparência.

O mesmo ficou com a discussão em cima do Fundo Nacional Paritidário. Propor quatro bilhões de reais foi simplesmente ousado. Voltou-se atrás depois de muitas críticas. Mesmo assim, o fundo ficou em dois bilhões de reais. Os maiores beneficiados são o PT e o PSL, o ex ou ainda partido do Presidente. Não se sabe se será sancionado, pelo menos até a hora que escrevo este texto, não foi.

Outro ponto em comum foi a discussão da prisão em Segunda Estância. O famoso “trânsito em julgado” favorece aos ricos. Esses com dinheiro para bancar advogados, enquanto os pobres, esses sim podem mofar na cadeia. Essa discussão voltará e quem vai bater o martelo será a população através de muita pressão.

A economia andou, mas poderia ter andado melhor, se a política não tivesse tão polarizada. Mesmo assim, a Reforma da Previdência foi aprovada. Lamentável foi o nível de discussão, principalmente por parte da oposição, perdida e engolida no discurso “Lula Livre”. E pelas vistas, as esquerdas seguirão firmes nesse discurso, quer coisa melhor para o Bolsonarismo?

As esquerdas também estão perdidas, aqui na Europa. Um exemplo disso foi a vitória triunfante de Boris Johnson. A direita nada de braçadas na frente da esquerda, desde da crise migratória de 2015. Sem idéias e afundadas em ideologias retrógradas, a social-democracia, nome dado as esquerdas no Centro Norte da Europa depois da queda do muro de Berlim, vai ter que se reinventar para reconquistar o eleitorado perdido. Na Áustria, sua prova de fogo será as eleições para a cidade de Viena, marcadas para outubro.

Na Áustria começa uma nova era na política. A coalizão inédita entre Conservadores e Verdes será um desafio ideológico para ambos. Assim quiseram os eleitores austríacos. O partido conservador conseguiu sobreviver ao escândalo do Ibiza Video. Considerado o maior escândalo na política austríaca, onde o então Vice-Primeiro Ministro Heinz-Christian Strache pede dinheiro para uma suposta milionária russa para comprar o principal jornal austríaco “Krone Zeitung” para ganhar eleições.

O Partido Verde pegou carona, no movimento “Friday for Future” da Greta Thunberg. Está em alta aqui na Centro Norte da Europa, onde os europeus se perguntam, como podem avançar no desenvolvimento e preservar o meio ambiente? Espera-se que não se perdam em devaneios ideológicos, como a social-democracia se perdeu.

No mais, as eleições serão o capítulo a parte. No Brasil, a pergunta é qual “ismo” sairá vencedor. No momento, difícil prever. As eleições nos Estados Unidos prometem sacudir todo o tabuleiro político mundial. Mesmo com o impeachment aprovado na Câmara dos Deputados, ele tem chances de zafar, já que os republicanos possuem maioria no Senado. Teremos o efeito Boris Johnson? Possível.

Fico por aqui. Mesmo com a polarização, os moderados devem voltar ao debate público. Faz falta. Feliz 2020!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.