200 anos de Independência: O que festejar?

Neste 7 de setembro, nós estaremos “festejando” os 200 anos de independência de Portugal. Mas, a pergunta é: Temos algo mesmo para festejar?

O país se encontra em uma grave crise política, submerso em uma polarização tóxica, que nem mesmo as eleições de outubro não consiguirão apaziguar o país.

A Pandemia de Covid19 abriu uma enorme diferença entre pobres e ricos e trouxe o fantasma da fome de volta para milhares de famílias brasileiras.

Esses problemas só serão resolvidos através da política, além da conscientização do uso do dinheiro público. A corrupção não pode ser forma de fazer política.

Infelizmente, não é isso que se tem visto nessa campanha eleitoral. Há grupos políticos que estão no poder faz muito tempo e querem permanecer assim mesmo, não importando a vontade do povo.

A medida que as eleições forem se aproximando, a tendência é violência ser cada vez maior. O que é uma pena.

Enquanto não houver um desejo real de mudança na sociedade brasileira, não avançaremos. Infelizmente!